sexta-feira, 4 de março de 2011

Entrelinhas


O teu corpo é o violão perfeito
Para os meus dedos.
Dedilharia com prazer
Os acordes mais brutos
E as notas intensas do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário