domingo, 4 de abril de 2010

Doce Deleite


Desejos - Eduardo Baqueiro

Há uma chama que incendeia meu sexo...
Um fogo alimentado de saudades de teu corpo.
Sou safada! Sim, do jeito que você sonha.
Do modo que me sinto bem...
Contigo na cama sou o que você desejar.
Minha pele clara namora tua pele morena...
O suor que sai da nossa pele se mistura como um tempero irresistível...
É um vício que não consigo resistir!
Não sei se te domino ou sou dominada...
Não importa! Sei apenas que me satisfaço entrelaçada nos seus braços, enroscada nas tuas pernas e penetrada pelo teu sexo...

Homem que me pertence em segredo, venha me ver esta noite!
Venha satisfazer esta minha vontade!
Tua menina está molhada de desejos.
Querendo seus beijos, teus carinhos e teu sexo.
Vem amor! deixa de fazer hora! Vem satisfazer tua menina que, hoje, está mais para loba...
Hoje serei a mulher mais safada que já teve...
Faça de mim seu bicho de estimação.
Me prenda nos seus braços e me aperte, deixa-me satisfazer todas minhas vontades.
Apaga meu fogo que queima sem parar...
Meu quarto está vazio sentindo tua falta!
Somente tua presença pode afagar meus desejos.
Vem, safado, satisfazer tua menina sedenta que não vive mais sem você!
Que vive somente para você! Vem!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário