sábado, 27 de junho de 2009

Pompoarismo


O pompoarismo nasceu na Índia há mais de três mil anos e é citada no Kama Sutra como ‘‘especialidade das mulheres de Andhra’’, uma região do sul do país. O nome no idioma tâmul, pahn-pour, aportuguesado para pompoar, significa ‘‘pulsar’’.

Em princípio, o pompoarismo pode realmente assustar as mais puritanas. Afinal de contas, de uma hora para outra, mulheres ‘‘bem-comportados’’ se vêem diante de vibradores e ben-was, as famosas bolinhas tailandesas. Os acessórios são usados para facilitar os exercícios já que, ao contrário da Índia e da Tailândia, onde as meninas aprendem o pompoar desde crianças, as ocidentais têm pouca intimidade com a contração pélvica.

EXERCÍCIOS BÁSICOS:
  1. Posição inicial: pés paralelos, braços ao longo do corpo. Movimento: expire, flexionando os joelhos e encaixando os quadris. Em seguida, inspire, jogando os quadris para trás e arrebitando o bumbum. Repita cinco vezes.
  2. Posição inicial: pés paralelos, pernas semiflexionadas. Movimento: faça o movimento de encaixe, colocando a pélvis para a frente, soltando o ar. Depois faça o movimento oposto, ou seja, de desencaixe, jogando a pélvis para trás, enchendo os pulmões de ar.
  3. Posição inicial: pernas afastadas e semiflexionadas, quadris encaixados. Movimento: desencaixe os quadris, arrebitando o bumbum, e faça força para urinar e interromper o fluxo da urina, com as mãos apoiadas nos quadris ou na altura dos joelhos.
  4. Posição inicial: quatro apoios. Movimento: comece de quatro e passe para a posição de reverenciar. Nesta posição, faça o movimento de encaixar e desencaixar a pélvis cinco vezes. Termine esta série na posição arrebitada e só então faça o movimento de contrair e relaxar, como o movimento de soltar e prender a urina.
  5. Posição inicial: deitada de barriga para cima, com as pernas flexionadas e os pés no chão, com os braços ao longo do corpo. Movimento: coloque as mãos na nuca, trazendo os joelhos de encontro ao peito. Contraia o abdome, deslocando a cabeça do chão, contando até cinco.
  6. Posição inicial: deitada de barriga para cima, com pernas elevadas e estendidas. Movimento: eleve os quadris, tentando unir os calcanhares. Repetir cinco vezes.
  7. Posição inicial: agachada, tentando não deslocar os calcanhares do chão, com as palmas das mãos e os antebraços unidos entre as pernas. Movimento: com a ajuda dos antebraços, pressione as coxas para fora, executando o movimento de abdução (abrir) e adução (fechar). Permaneça forçando por cinco segundos e levante-se devagar; aguarde cinco segundos e repita o movimento. Inicialmente, execute três vezes.
As principais vantagens da prática do pompoarismo são:

- Maior circulação de energia sexual, resultando numa vida sexual mais rica e prazerosa;

- Aumento do tônus muscular pélvico, o que ajuda a prevenir a flacidez;

- Desenvolvimento para as mulheres anorgásticas, que com o fortalecimento da região passam a experimentar o orgasmo;

- Fortalecimento do canal como preparação para o parto, diminuindo a dor e facilitando o processo;

- Recuperação e manutenção da lubrificação na menopausa;

- Prevenção da incontinência urinária;

- Fortalecimento da região genital, ajudando a evitar a cirurgia de períneo, entre outros.

Tay

Nenhum comentário:

Postar um comentário