quinta-feira, 14 de maio de 2009

Histórias de Quinta


Josy, Ivo e Gean ficaram preocupados com o sumiço de Mara e foram procurá-la pelo sitio. Estava difícil ver no escuro e eles se guiavam pelos sons que vinham das outras barracas, musica, conversas, risos e muitos gemidos e sussuros. Ao se aproximarem de algumas barracas na margem do rio, começaram a ouvir gemidos bem altos, os sons os deixaram excitados, aproximaram-se mais e ficaram observando a cena: duas mulheres se tocando. Os três esconderam-se atrás da barraca para acompanhar o que viria a seguir. Josy logo percebeu que uma das mulheres era Mara, porém, não comentou nada com os amigos. A parceira de Mara na brincadeira era Sandra, uma negra linda, pele macia, cabelos negros e com um corpo escultural. As duas estavam se beijando, se tocando, ainda vestidas, só que por pouco tempo. Sandra tomou a iniciativa e tirou a blusa de Mara, que estava sem sutiã e logo viram aqueles seios durinhos e com os biquinhos já bem duros. Sandra começou a tocá-los, beijá-los e depois começou a sugá-los de maneira leve e excitante. Mara retribuiu a atenção, tirou a blusa de Sandra e começaram a troca de mamadas. Em seguida, Sandra tirou a saia de Mara e começou a tocá-la ainda por cima da calcinha, enquanto trocavam beijos quentes. Sandra não resistiu mais e tirou a calcinha de Mara já molhada de tanto tesão, a deitou, abriu suas pernas e começou a passar a língua no grelo de Mara, em seguida meteu o dedo e chupava e penetrava o dedo, depois dois, três, até Mara explodir em um gozo delicioso. Enquanto isso os três amigos já estavam se masturbando vendo aquela cena tão gostosa. Josy não agüentando mais, foi participar da transa. Mara surpreendeu-se mas, não falou nada e começou a beijar a amiga, afinal era a primeira vez que faziam parte de algo assim. Mara foi logo tirando toda a roupa de Josy, e foi logo para a sessão de beijos, lambidas e mordidas com Sandra. Enquanto Mara a beijava nos seios, boca e orelha, Sandra foi logo chupá-la, parece que iria devorá-la, e logo Josy gozou. Mara foi chupá-la também, só que dessa vez no cu, a colocou de quatro e começou um delicioso beijo grego. Sandra foi por baixo e revezava as chupadas entre a boceta e os seios. Ivo e Gean já completamente excitados foram para a transa também, pronto, estava preparada a orgia. Gean pegou Sandra e Ivo a Mara, foram logo fodendo as meninas até gozarem feito loucos. Josy se tocava assistindo toda aquela cena. Logo revesaram as posições e Josy foi compensada sendo fodida pelos dois, em uma DP alucinante. Quando perceberam já estava amanhecendo. Vestiram-se e voltaram para suas barracas, exaustos e ainda com cheiro de sexo impregnado em todos. Adormeceram com a certeza de que aquele fim de semana seria inesquecivel...

Tay

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Devore-me


Quase Lótus

Descrição: A mulher deve se deitar, cruzar as pernas e puxá-las em direção ao tronco. O homem então se deita por cima dela e a penetra.

Vantagens: Uma das vantagens desta posição para a mulher é que suas pernas dobradas podem massagear a região do útero e aumentar o prazer. Para o homem, a liberdade de movimentar-se e controlar a intensidade é a principal vantagem.

Desvantagens: O casal provavelmente ficará pouco tempo nesta posição e é bom que a mulher tome cuidado para não chutá-lo em partes sensíveis.

Tay

terça-feira, 12 de maio de 2009

Plenos Prazeres



AMOR E SEXO - RITA LEE

segunda-feira, 11 de maio de 2009

No Divã


Laura, deite-se no divã...

Tay, as vezes quando transo sai uns sons estranhos da minha vagina. Fico morrendo de vergonha do bofe. Por que esse barulho??? O que faço???

Olá Laura!!!

A “trilha sonora” é devido a entrada e saída de ar causado pelo movimento do pênis. E é normal. Se o barulho for discreto, dá até para fingir que não aconteceu nada, agora se for escandaloso, opte pelo bom humor, afinal, não dá para fingir que não ouviram um estrondo saindo da tua vagina né??? Se quiser evitar, não transe de quatro, ou posições que forcem demais no entra e sai. Faça sexo de ladinho, pois é a que menos provoca essa reação.

Tay

domingo, 10 de maio de 2009

Doce Deleite


Sem que eu pedisse, fizeste-me a graça - Carlos Drummond de Andrade

Sem que eu pedisse, fizeste-me a graça
de magnificar meu membro.

Sem que eu esperasse, ficaste de joelhos
em posição devota.

O que passou não é passado morto.

Para sempre e um dia
o pênis recolhe a piedade osculante de tua boca.

Hoje não estás nem sei onde estarás,
na total impossibilidade de gesto ou comunicação.

Não te vejo não te escuto não te aperto
mas tua boca está presente, adorando.

Adorando.

Nunca pensei ter entre as coxas um deus.

sábado, 9 de maio de 2009

Beijo Grego


As preliminares estão uma loucura, os beijos cada vez mais molhados e excitantes, as lambidas vão de cima a baixo e de repente, uma lambida no cu!!! Calma, não se desespere, você recebeu um beijo grego, não precisa se desesperar, se benzer, fazer oração e nada do gênero...(rsrsrsrsrs).

O beijo grego é também conhecido como Botão de Rosa, Beijo Negro, Cunete, Beijo Natalistico e Beijo Allanistico. Normalmente é usado como preliminar para o sexo anal, pois o toque macio e úmido da língua relaxa e propicia uma melhor abertura do ânus. Só o toque, a lambida, já proporciona muito prazer, não precisa necessariamente enfiar a lingua no reto alheio. Resumindo: Beijo grego é um beijo no cu, normalmente preparando-o para a penetração...

Bom, quando o assunto é cu, sinceramente acho delicado e polêmico. Para mim cu é a parte do meu corpo mais, digamos intocável, eu admiro profundamente quem olha para mim e diz: "Tay, eu adoooooro dá meu cu", é querido (a) você ganhou uma fã. Normalmente não gosto de beijo grego, egípcio, francês e afins, só que eu penso assim, se a foda tá ótima e uma lambidinha vai deixar o cara feliz, vai lá meu bem, coloque a língua em ação, e é importante frisar sempre, higiene minha gente, nada de pentelhos fazendo trança, mal cheiroso, mal lavado, com resquícios. Com isso, o que vale e eu escrevo todos os dias é: "Não deixe para transar amanhã se você pode transar AGORA!!!".

Tay

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Ménage à Trois


Conhecida popularmente como suruba, o Ménage à Trois ou simplesmente "Ménage" é uma expressão de origem francesa que significa "mistura a três" e é utilizada para designar os relacionamentos sexuais entre três pessoas, tanto faz se forem dois homens e uma mulher, duas mulheres e um homem ou todas do mesmo sexo.

A seguir uma análise profunda e com relato de experiência (de alguns) dos tipos de Ménage...(rsrsrsrs):
  • Homem/Homem/Mulher: Um dos tipos mais populares, e particularmente o meu preferido. Para participar de um Ménage, o trio deve ter afinidade, aquele lance de química sabe? Por que a pior coisa que tem é o casal na ação e o outro homem com cara de cu, olhando, literalmente com o pau na mão...e tem mais, se o casal fez um "acordo" de chamar outro homem, por favor, nada de ciúmes na hora H. O que deve ser feito ou não, tem que ser acertado antes da transa, já pensou os trio lá e o cara comprometido ficar: "Tira a mão daí", "Não mete aí", "Olha para lá"...assim não dá!!! E isso vale para todos os estilos "surubásticos"...(rsrsrsrs).
  • Mulher/Mulher/Homem: Esse sinceramente não gosto, sabe por que??? 99,99% dos homens tem a fantasia de terem duas mulheres ao mesmo tempo, e com isso a maioria na hora desse tipo de Ménage fica batendo punheta, olhando e querendo mandar na mulherada, tipo, "Se beijem ai para eu ver...", "Dá uma chupadinha nela...", por favor!!! Mas ação cara...
  • Mulher/Mulher/Mulher: Sou desconhecedora desse tipo, mas, com tantos brinquedinhos e afins disponíveis para nós, realmente os caras podem até ficar em segundo plano...
  • Homem/Homem/Homem: Esse para mim é muito excitante, meu lado masculino é 100% gay, e com isso eu adoro ver homens namorando, transando, se amando...

Bom gente, o Ménage taí para quem quiser e quem gostar de praticar, sempre com respeito ao próximo e um acordo antes, é só partir para a diversão...e lembrem-se: ""Não deixe para transar amanhã se você pode transar AGORA!!!".

Tay

Histórias de Quinta


"Naquele fim de semana..."

Josy
sempre teve vontade de ir para um acampamento. Ficar no meio do nada em barracas e coisas do tipo, a fazia ter ideias bem quentes. Certo dia, Mara, amiga de Josy, a convidou para acampar em um sitio, iriam também o namorado de Mara, o Ivo, e um amigo deles, Gean. Na hora Josy aceitou o convite, se preparou, pegou as roupas mais curtas e provocantes que tinha e colocou na mochila. Na sexta a noite os três passaram na casa dela para apanhá-la. Quando chegaram ao sitio armaram as barracas e começaram a beber. Josy estava acompanhando cada passo de Ivo, ela já conhecia o namorado da amiga, mas esse dia ele estava muito mais interessante. A noite foi passando a bebedeira continuava, todos já estavam loucos, e Josy propôs uma brincadeira: todos tinham que fazer strip para o restante e quem ganhasse escolheria com quem passaria o restante da noite. O primeiro foi o Ivo, o corpo dele deixava Josy louca, ele foi tirando a roupa lentamente, camisa, bermuda e por ultimo a cueca, tudo feito de maneira bem sexy, deixando Josy toda molhadinha. Depois foi a vez de Gean, ele dançava e tirava a roupa provocando, e quando tirou a cueca Josy viu o pau grande e grosso dele. O pensamento dela era ganhar a brincadeira para escolher os dois para passar a noite. Mara foi a terceira, fez um strip sem graça, tirou a roupa rápido, sem nenhum tipo de sensualidade. Finalmente chegou a vez de Josy, estava de short jeans e uma blusinha com a barriga de fora, ela subiu no carro e começou a dançar, se insinuando e tirando a roupa bem devagar, primeiro tirou a blusa, em seguida o sutiã, e começou a acariciar os seios, passando os dedos nos biquinhos bem durinhos, enquanto olhava com uma cara bem safada para os dois caras, que estavam enfeitiçados. Josy tirou o short, ficando só de calcinha, naquele momento Josy sentiu que os dois homens a desejavam, então pegou uma garrafa de cerveja e começou a derramar em seu corpo todo, inclusive dentro da calcinha, estava muito excitada com aquela situação, chamou Ivo e Gean para beber a cerveja em seu corpo, sem deixá-los se aproveitarem demais, afinal, a noite seria longa. Quando Josy tirou a calcinha e começou a rebolar, percebeu como aqueles homens estavam excitados e queriam devorá-la. Quando terminou a performance, os três gritavam: “Já ganhou! Já ganhou”. Como Josy ganhou a brincadeira com louvor, nem pensou em qual homem escolheria, levou os dois para dá uma voltinha. Como estava muito escuro eles foram na frente, de repente eles pararam e puxaram Josy pra traz de uma árvore, e começaram a lamber, chupar, morder, enquanto um chupava os seios o outro mordia seu grelinho, ela já estava quase gozando quando mandaram que ela ficasse de quatro, enquanto Ivo metia na boceta dela, Gean meteu o pau em sua boca. Josy chupava aquele pau com tanta vontade que ele gozou na cara dela. Logo em seguida Ivo também gozou e foi o momento de invertes os papeis. Gean foi para trás de Josy, empinou bem aquele rabo que pedia para ser fodido e meteu no cu dela de uma só vez. Josy gritava e gemia de dor e prazer, enquanto Ivo chupava a boceta dela. Josy estava completamente entregue a um gozo maravilhoso. Para terminar a noite, os dois caras a colocaram de joelhos no chão e fizeram com que Josy masturbasse e chupasse eles ao mesmo tempo. Ela como sempre obediente fez tudo diretinho. Lambia, chupava de cima a baixo, da cabeça até o saco, quando os dois gozaram na boca, na cara e nos seios dela. Quando terminaram foram reencontrar Mara, que tinha ficado sozinha na barraca, mas, quando chegaram, a surpresa: ela não estava...

Continua...

Tay

P.S. A História de hoje é dedicada especialmente ao Rafa...

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Devore-me

A posição de hoje pertence aos ensinamentos orientais do Tao. Segundo estes textos, existem nove níveis do orgasmo feminino. Os quatro primeiros corresponderiam à respiração ofegante, aos beijos e abraços apaixonados e a uma série de espasmos vaginais acompanhado de um fluxo de fluidos da vagina.

Durante o quinto nível, a mulher relaxaria as articulações e comumente morderia o parceiro. No sexto, ela ondularia como uma cobra, envolvendo-o com os braços e as pernas. No nível sete, agitada, ela tentaria tocar diversas partes do corpo do parceiro e no nível oito relaxaria os músculos. No nono e último nível, ela desfaleceria em uma "pequena morte", abrindo-se completamente. Quem já gozou sabe muito bem o que é isso...(ui!).


Borboletas Voando

Descrição: A mulher deve se deitar sobre o parceiro para que ele possa penetrá-la. Depois, ela deve fechar as pernas e se equilibrar sobre o corpo esticado dele. Os dois então abrem os braços e se dão as mãos. Para se mover para cima e para baixo a mulher deve apoiar a ponta dos pés nos pés do parceiro e empurrá-los.

Vantagens: Como as pernas da mulher estão fechadas, há mais fricção entre as genitálias. Esta posição é particularmente indicada para quando se quer que a mulher exerça o papel dominante. Ela vai comandar o movimento e sentir o que lhe traz sensações mais gostosas.

Desvantagens: A mulher deve ser mais leve e menor que o parceiro, senão vai ser dificil se equilibrar e o cara aguentar tanta pressão.

Tay

terça-feira, 5 de maio de 2009

Plenos Prazeres


A dica de hoje é um dos melhores filmes que já vi: "Último Tango em Paris".

- Ficha Técnica
Título Original: Ultimo Tango a Parigi
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 123 minutos
Ano de Lançamento (França): 1972
Direção: Bernardo Bertolucci

- Elenco
Marlon Brando (Paul)
Maria Schneider (Jeanne)
Maria Michi (Mãe de Rosa)
Giovanna Galletti (Prostituta)
Gitt Magrini (Mãe de Jeanne)
Catherine Allégret (Catherine)
Luce Marquand (Olympia)
Marie-Hélène Breillat (Monique)
Catherine Breillat (Mouchette)
Jean-Pierre Léaud (Tom)
Massimo Girotti (Marcel)
Veronica Lazar (Rosa)
Rachel Kesterber (Christine)

- Sinopse
Enquanto procura um apartamento em Paris, uma bela jovem (Maria Schneider) conhece um americano (Marlon Brando), cuja esposa recentemente cometeu suicídio. Instantaneamente um deseja o outro ardentemente e iniciam naquele momento um tórrido affair. Eles combinam que não revelariam nada de suas vidas, nem mesmo seus nomes, sendo que o objetivo dos encontros seria basicamente sexo. Mas gradativamente os acontecimentos vão fugindo do controle de ambos.

Esse é aquele tipo de filme que dá vontade de assistir sempre e de preferência acompanhada. Realmente vale a pena, quem não conhece não perca mais tempo...

Tay

segunda-feira, 4 de maio de 2009

No Divã


J., deite-se no divã...

Tay, me chamo J., moro em Cristalina. Sou casado a 15 anos, tenho 3 filhos e estou passando por uma crise em meu casamento. Amo minha esposa, tenho todo carinho e dedicação que um marido possa querer, mas, em relação a sexo, não tenho mais tesão, vontade de transar com ela...percebi isso quando comecei a me interessar por homens, principalmente os mais velhos, com cara de experientes...não sei o que faço. Ajude-me!!!

Oi J.!!!

Situação complicada né??? Vamos lá...

Bom, em primeiro lugar tu tens que ver se essa atração é só simples atração, e não uma vontade realmente de ter uma relação com outro homem. A situação fica mais complicada quando envolve crianças, por que dependendo da idade é praticamente impossivel explicar o que está acontecendo. J. minha opinião em relação a falta de tesão pela tua esposa é a seguinte, acho que vocês devem conversar abertamente, porém, tu só fala para ela essa atração por homens quando realmente ter certeza que é isso que tu quer, que é isso que vai te satisfazer, fala quando já estiver se relacionado com outro homem. Por que se a partir desse momento tu começar a ter relacionamentos homo, não vai dá para esconder né???

Tay

domingo, 3 de maio de 2009

Doce Deleite


Eternamente Sua - Tatiana V. Mattos

Serei eternamente sua pois,

só tu conheces meu cheiro,

meu gosto e meu corpo.


Tu podes me magoar,

me fazer calar e,

ainda assim serei eternamente sua.


Deixarei que beijes outras bocas,

que toques outros corpos,

que sintas o prazer de outros gemidos

e que conheças o íntimo de outros seres.


Deixarei
para ter a certeza de que
voltarás e que entenderás que

quando beijaste outra boca

– era a minha que tu querias,

que quando tocaste outro corpo

– era o meu que querias tocar,

que quando sentiste o prazer de outro gemido

– era o meu que querias sentir e, que,

finalmente, quando conheceste

o interior de outro ser

– era o meu interior que tu buscavas

em tuas infinitas procuras.


Deixarei-te livre, para teres a certeza

de que és meu e, assim voltar

com a certeza de que ficarás.

E então, depois de tantas buscas infindas suas,

revelarei-te que estava a sua espera,

assim como sempre estive.

E seremos eternamente nós.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Preliminares


Você finalmente está prestes a comer aquele cara que tanto deseja, o clima já está envolvente e os beijos começam a esquentar, de repente o cara arranca sua calcinha e já vem com o pau duro querendo adentrar nas tuas entranhas...opa!!! Espera um pouco queridinho, tá pensando que é assim??? Porra, desse jeito não dá nem tempo de ficar molhadinha...

Quem nunca passou por esse tipo de situação??? Os caras pensam que transar é só meter o pau e gozar... as preliminares na maioria das vezes ficam esquecidas, sendo encaradas como uma obrigação, um protocolo, enquanto deveria ser um momento de prazer mutuo, da preparação do corpo para aproveitar ao máximo os prazeres sexuais, dando o tempo necessário para se entrar no “espírito da coisa”. Sendo uma boa hora para você se soltar, instigar e ser instigada. Mostrar ao parceiro os lugares que te dão mais prazer e te excitam loucamente.

Sinceramente, não é nada complicado e nem sacrificante fazer com que as preliminares não sejam apenas um passatempo:

  • As preliminares devem começar antes do encontro, por exemplo, mensagens sacanas ou telefonemas, dizendo o quanto está ansioso para vê-la, para poder agarrá-la, jogá-la na parede e chamar de lagartixa (rsrsrsrs);
  • Quem não gosta de mão boba??? Aquela passada de mão em publico, como se ninguém estivesse percebendo, um abraço por trás inocente e/ou um sentar no colo, e terá muito onde passar as mãos...
  • Beijar é tudo: comece beijando delicadamente os lábios, o pescoço, a região da orelha, utilize a língua para abrir a boca, podendo assim dar um beijo mais intenso e deixá-la excitada.Por favor, nada de meter a língua no fundo do ouvindo como se fosse um cascalho de sorvete, (rsrsrsrsr). Tirando isso, explore as outras áreas, beije-a em todos os lugares;
  • Um banho a dois também é um momento cheio de possibilidades maravilhosas. Aproveite, passe o sabonete nela (literalmente, sem duplo sentido, é o sabonete, aquele de tomar banho), e peça a ela pra fazer o mesmo;
  • Explore, de baixo para cima: normalmente as partes inferiores são ignoradas, comece pelos pés, uma boa massagem nos pés é uma boa, assim você vai subindo, beijando a parte de dentro das pernas, que é muito sensível e muita gente ignora;
  • Muitas pessoas adoram carinhos no ânus, toque ou introduza o dedo, mas preste bem atenção na reação da pessoa, pois muitas se retraem totalmente, achando que você quer fazer sexo anal;
  • Sexo oral é tudo!!! Bom, nesse quesito é só dá uma olhadinha nos posts sobre oral...
  • Falar sacanagem: se expressar com palavras eróticas – e sem constrangimentos – as sensações percebidas durante o encontro sexual;
  • Brincadeiras eróticas: dados do amor ou baralho erótico, costumam produzir um sexo ousado;
  • Um massageador, um vibrador, podem ser agregados para apimentar mais o desejo e o orgasmo;
  • Fantasias podem criar um clima mais solto e libertino;
  • Cremes comestíveis, sorvete, gelo, calda de chocolate, podem ser espalhados e lambidos pelo corpo de ambos os parceiros. Na falta deles, sinta a própria pele;
  • Faça-o lamber todos os lugares do seu corpo. Teve um preferido? Insista para que ele continue ali, sem pressa;
  • Experimente fazer um strip-tease provocante, dançando na frente do parceiro que pode está amarrado;Venda nos olhos pode ser usada para toques inesperados, novas sensações...

Bom, eu acho as preliminares um momento importante antes do sexo, só que peloamordedeus, nada de ficar horas nesse vai e vem, sexo tântrico não é para mim...(rsrsrsrsrs).

Na hora das preliminares não se desespere e queira fazer tudo na mesma hora, faça as carícias cada dia de um jeito, assim você pode variar e perceber o que o parceiro gosta mais. Não tem mistérios, é só relaxar e aproveitar, afinal, "Não deixe para transar amanhã se você pode transar AGORA!!!".

Tay


Histórias de Quinta


"A Escolhida"

Entrevista de emprego sempre deixa Maria nervosa, pensando em tudo que envolve a aparência, pois a primeira impressão é a que fica. Maria prefere entrevistadores, afinal sua beleza não passa despercebida e quem sabe possa valer uns pontos na entrevista??? Maria chegou a empresa com antecedência e ficou na sala de espera junto com mais quatro concorrentes, todas disputando a vaga de secretaria do diretor da empresa. Enquanto esperava, Maria ficou perdida em seus pensamentos quando foi interrompida pelo toque do telefone, e em seguida a secretaria mandou a primeira mulher entrar. Maria achou estranho por que foi a primeira a chegar e não foi a primeira a ser chamada, "Tudo bem, deve ser por ordem alfabética", pensou ela. Minutos depois a mulher sai, o telefone toca e outra entra, e foi assim até Maria ficar sozinha. A secretaria já estava de saída quando o telefone tocou e finalmente Maria foi mandada entrar na sala. Ao entrar, Maria percebeu que a sala era do próprio diretor, e isso a deixou mais ansiosa para o que viria a seguir. Ela ficou em pé esperando para ver quem apareceria, de repente surge Miguel, o diretor executivo da empresa. Moreno, alto, charmoso e muito simpático. A cumprimentou e pediu para sentar-se, começou a entrevista de maneira formal e tudo corria bem até o momento que não se conteve e falou: "Maria, vi que você foi a primeira a chegar, mas pedi para chamá-la por ultimo por que queria que a sua entrevista fosse especial. Não sei o que aconteceu quando vi você, fiquei encantado e não conseguia parar de pensar no que faria quando tivesse você a minha frente". Quando terminou de falar, levantou-se e foi a direção dela que estava sem entender o que acontecia, porém muito excitada com as palavras de Miguel. O diretor aproximou-se, a tirou da cadeira, colocou na mesa e começou a beijá-la, orelhas, pescoço, boca. Maria queria ver até onde chegariam e começou a retribuir a atenção. Miguel foi desabotoando a blusa dela devagar, em uma espécie de tortura, em seguida tirou o sutiã e começou a sugar os seios de Maria de maneira suave e delicada. Em seguida colocou Maria em pé a sua frente, tirou a saia dela e começou a beijá-la pelas coxas e pela boceta, ainda por cima da calcinha, que por sinal, já estava molhada de tanto tesão. Tirou a calcinha de Maria, a sentou na mesa e começou a chupá-la, sugava, lambia, friccionava lentamente o clitóris com o dedo. Maria não aguentava mais e avisou que ia gozar. Miguel ouvindo isso se transformou, começou a chupá-la de forma agressiva, deixando Maria mais louca de tesão. Quando ela gozou, Miguel a pegou pelos cabelos, a colocou apoiada na mesa e meteu a pica até o fundo e começou a socá-la de maneira forte e rápida, puxava os cabelos de Maria que implorava para ser fodida , para apanhar, estava completamente submissa, fazendo Miguel gozar feito louco. Sem descansar ele pegou Maria e a mandou ficar de quatro no chão, dizendo que agora ela seria fodida no cu. Miguel meteu o pau no cu de Maria que gritava e gemia de dor e prazer, pedia para ser fodida mais e mais, até gozarem juntos. Em seguida se vestiram e Maria ficou ansiosa para o resultado da "entrevista". Miguel olhou para ela que estava sentada a sua frente e disse que a partir daquele momento ela era sua secretária para assuntos profissionais e pessoais...

Tay