quinta-feira, 2 de abril de 2009

Histórias de Quinta


"Desejo Saciado"

Manhã de sábado, Nanda acaba de chegar aquela nova cidade, aquele alojamento. Ansiedade e curiosidade sobre o que a aguarda. Assim que termina seus pensamentos dá de cara com aquele Deus negro. Sorriso lindo, corpo másculo e com certeza um pau enorme. Só de vê-lo ficou excitada e partiu para o ataque, inventou uma duvida qualquer só para chamá-lo e saber mais sobre aquele homem. Seu nome é Fábio, está trabalhando na coordenação do evento e ficará por lá o dia inteiro durante toda a semana. Quando Nanda já estava alojada, Fábio aparece e pergunta se está faltando alguma coisa, e ela diz que sim, ele em sua barraca. Um sorriso sacana logo surge em seu rosto e ele diz no ouvido dela: - Garota, você não sabe com quem está mexendo...no final do meu expediente me espera na sua barraca. Ao ouvir aquelas palavras, Nanda ficou molhada e louca para a noite chegar. As 22:00h Nanda tomou banho, vestiu a lingerie mais sexy e a roupa mais "cachorra" e foi para a barraca. Quando chegou, Fábio já estava esperando impaciente e foi logo jogando Nanda para dentro daquela verdadeira tenda dos prazeres, e começa a maratona. Beijos, lambidas, sussuros, gemidos...em segundos já estavam completamente nus e muito, muito excitados. Fábio começou a sessão de oral mais maravilhoso que Nanda já teve. Metia a língua com voracidade, feito um animal devorando a caça, chupava, mordia, em um ritmo frenético que logo se transformou em uma gozada maravilhosa. Fábio lambia todo o gozo, em uma atitude egoísta, querendo tudo só para ele. Quando acabou de sentir todo o prazer de Nanda, meteu aquele pau grande e grosso na boceta dela, dava estocadas fortes até gozar e cair completamente em êxtase em seus braços. Nanda não quis deixar por menos e começou a beijá-lo, pescoço, boca, peito, barriga e finalmente aquele pau gostoso. A mistura de suor e saliva a excitavam mais, começou a chupar o pau de Fábio devagar, sugando a cabeça, depois lambidas de cima a baixo, passando pelo saco. Voltou para o pau e começou a punhetá-lo e a chupar mais forte até Fábio gozar. Aquela porra quente escorrendo em sua boca, Nanda chupou tudo, até a última gota. Quando terminou foi tomar banho e começou a masturba-se lembrando de tudo que tinha acabado de acontecer, estava tão perdida em seus pensamentos que não lembrou que estava em um banheiro de ginásio, sem portas, e que no chuveiro a frente uma menina a observava. A garota se aproximou e começou a acariciá-la, Nanda despertou do "transe" e começou a beijar a desconhecida. Nanda não resistiu aqueles seios macios e começou a chupá-los, enquanto metia o dedo naquela boceta umida e quente. Em seguida começou a chupá-la, a "amiga" rebolava na cara de Nanda, que chupava com mais vontade até sentir aquele gozo em sua boca, estava completamente satisfeita por ter feito um homem e uma mulher gozarem em sua boca na mesma noite, se despediu da estranha, terminou o banho e foi dormir. Na noite seguinte Fábio procurou Nanda, perguntou que horas repetiriam a foda e disse que não conseguia esquecê-la. Nanda simplesmente respondeu que não teria segunda vez, por que já tinha conseguido o que queria, gozar naquele pau gostoso. Falando isso, saiu rebolando enquanto Fábio ficou literalmente com o pau na mão.

Tay

Nenhum comentário:

Postar um comentário